16 de out de 2010

...

Blackandwhite

Roots Bracelets

Summer Roots Bracelets



Amei Amei

Gold Skull



Jack Vartanian

Coleção Python do Jack Vartanian, Linda Linda! 


Beijos

A.

Lolitta Beach Wear

Eu já tinha comentado aqui do lançamento Beach Wear da Lolitta, acabei de ver o catálogo e tem uma coisa mais linda que a outra! 



Beijos


A

Tem na Ortiga

Tem na ORTIGA!

Por Rafael Faria

Na semana passada resolvi dar um pulo na ORTIGA com uma amiga, Michelle Nicolai, para fotografar alguns looks inspiração para vocês.
Claro que ver as famosas usando é bem bacana, mas também acho válido colocar fotos com looks viáveis a todas.
Todos os looks foram montados com auxílio do EXPERT Nilson Portuguez (em breve no PERFIL do blog) e aprovação de Fabiana Ortiga.


Mais uma vez, todas as tendências unidas em um único look. Dessa vez o blazer + tênis faz conjunto com o delicado e romântico vestido de renda. Para quebrar um pouco esse ar de “menina”, pulseiras multi-coloridas A.R.S e maxi-relógio.
Tendência total!

Adorei Rafa! Arrasou Michaa! Pra acessar  blog( sensacional) da Ortiga by Rafael Faria clique aqui
Beijos
A.

15 de out de 2010

A.R.S News




Perfil A.R.S by Fashion Dealer




By Fashion Dealer

Fashion Barbecue





www.beefpassion.com.br

Console-se


Hoje é sexta-feira( dia de bebemorar) e eu resolvi fazer um post sobre “AS BEBIDAS MAIS CARAS DO MUNDO” até pra nos servir de consolo, quando pensamos o quanto já gastamos com a nossa insaciável busca pela feliciade perdida( haha brincadeira gente).
Vinho Romanée-Conti – R$ 45 mil a garrafa
Preço do vinho Romanee Conti
Produzido na França, tem teor alcoólico de 13%. Seu 
preço elevado se deve ao fato de ser produzido numa vinícola que só produz uvas raras e que ocupa um espaço de apenas 1,8 hectare – mais ou menos um campo de futebol – sendo pouquíssimas uvas para a fabricação dele.

Tequila Pasion Azteca – Preço da garrafa: R$ 507 mil

Tequila mais cara do mundo
Produzida no México, tem teor alcoólico de 40%( ai sim hein) e 
custa R$ 507 mil a garrafa. A Pasion Azteca custa tanto porque é feita a partir da seiva do agave-azul, uma planta típica do México. Mas não é o sabor que interessa. O que vale aqui é o embrulho: O recipiente é feito de platina e ouro. Também dá para encontrar versões mais “modestas”, de ouro e prata, por cerca de R$ 10 mil.

Champanhe Heidsieck & Co. Monopole 1907 – Valor da garrafa: R$ 619 mil

Preço Champagne Heidsieck
Produzida na França, tem teor alcoólico de 12,35% e 
custa R$ 619 mil a garrafa – o que equivale a R$ 101 mil cada taça. Custa caro porque só existem 2 mil garrafas no mundo. Em 1916, um navio partiu da França para a Rússia com 3 mil garrafas de champanhe para o Czar, mas acabou naufragando. Em 1997, foram encontrados os destroços do navio com as 2 mil. Ela é vendida no Hotel Ritz-Carlton de Moscou.

Whisky Macallan Fine and Rare Collection – Custa R$ 122 mil a garrafa

Uisque Macallan Fine
Produzido na Escócia, tem teor alcoólico de 42,6% e 
custa R$ 122 mil a garrafa. É caro porque é envelhecido em barris de carvalho e também porque é um dos mais apreciados do mundo. Para provar é só comparecer no bar do Borgata Hotel Casino & SPA, em Atlantic City, nos EUA. E é bom estar com sorte no cassino: Uma dose sai por R$ 7,4 mil.

Saquê Watari Bune Kame No O – Preço: R$ 1,1 mil a garrafa

Saque Japonês
Produzido no Japão, tem teor alcoólico de 16%. 
Custa R$ 1,1 mil a garrafa. Écaro porque para classificar o saquê os grãos são polidos até ficarem com metade do tamanho . O grão é de um tipo raríssimo tão fino que é praticamente cultivado de um a um.

Vodka Diva: R$ 2,2 milhões a garrafa

Vodka mais cara do mundo
Apesar de ser 
vodka, ela é produzida na Escócia e não na Rússia. Tem teor alcoólico de 40% e custa R$ 2,2 milhões a garrafa. É cara por causa do processo especial de filtragem. Em uma das etapas, ela passa por uma “areia” feita de pedras preciosas moídas, como diamantes, rubis e esmeraldas. O cliente ainda pode escolher as pedras que vão no tubo que enfeita o miolo da garrafa.

Cerveja Sam Adam’s Utopia – R$ 1,2 mil o copo

Cerveja garrafa de cobre
Produzida nos EUA, tem teor alcoólico de 25% e 
custa R$ 1,2 mil o copo. Écara porque é feita a partir de uma seleção especial de lúpulos e é cara também pela embalagem: A cerveja é vendida em uma garrafa de cobre, imitando uma tradição dos primeiros cervejeiros.

Run Wray and Nephew 1940 – Preço: R$ 122 mil a garrafa

Run mais caro
Produzido na Jamaica, tem teor alcoólico de 63% e 
custa R$ 122 mil agarrafa. É caro porque na década de 1940, era moda um coquetel chamado “Mai Tai”, com rum na fórmula. As destilarias de rum vendiam tanto que nem tinham tempo para envelhecer o run. Poucas unidades desta safra da destilaria Wray and Nephew, guardaram a valiosa mistura dos runs da época.
Eu acho que se eu bebesse alguma coisa tão cara eu nem ia conseguir ficar bêbada de tanto peso na consciência.
A.

Bar Boy


A Moet&Chandon vai relançar o'Bar Boy', que era super conhecido nos anos 60. Além de lindo, em 15 minutos ele resfria uma garrafa( meu sonho) em uma temperatura de 10°C .
Chato né? Queria um desses de criado mudo.


Birkin and Bike

Olívia Palermo



"Because I totally believe you're cycling in those heels..."
The Sartorialist